LA FORMACIÓN EN CONTENIDOS ACUÁTICOS DEL PROFESORADO DE EDUCACIÓN FÍSICA

Apolonia Albarracín Pérez, Juan Antonio Moreno Murcia

Resumen


Antecedentes: La formación del profesorado es una pieza clave en la calidad de la labor docente. Dado que las actividadesacuáticas no están incluidas en la legislación educativa, será el profesor quien decida su inclusión o no, y esto nos lleva a pensarque puede depender de su formación al respecto. Además, el nivel de formación inicial y continua de los diferentes docentes deeducación física varía, tomando gran importancia en la aplicación de las mismas.

Objetivos: El principal objetivo del estudio ha consistido en comprobar la formación en los contenidos acuáticos por parte delprofesorado de educación física.

Método: A 176 profesores de educación física de una región española se le ha consultado sobre dichos contenidos relacionándolocon el sexo, la titulación, la situación laboral, la experiencia docente, el tipo de cursos realizados, quién impartió las clases deactividades acuáticas y la opinión de aspectos generales de educación física sobre la inclusión de las actividades acuáticas en elámbito escolar.

Resultados: Tras el análisis, pocos docentes han reconocido que las actividades acuáticas no se introducen habitualmente en lasprogramaciones por no estar formados para ello, a pesar de que el mayor número de docentes acordaba que muchos compañerosdesconocen las posibles aplicaciones de estos contenidos en su materia. La antinguedad en el cetnro, la formación inicial, la edad,y la formación continua en actividades acuáticas, etc., influyen de diferente modo en la aplicación de las actividades acuáticas enel ámbito escolar.

Conclusiones: La formación inicial y continua es decisiva para la implantación de las actividades acuáticas, siendo una apuestadecisiva para la implantación en los centros escolares de forma adecuada y útil.

 

Abstract

Intoduction: Teacher training is a key element in the quality of teaching work. Since water activities are not included in educational legislation, be the teacher will be who decides whether or not to include them, and this leads us to think that it may depend on their training in this regard. In addition, the level of initial and continuous training of different physical education teachers varies, taking great importance in their application.

Goals: The main objective of the study was to verify the formation in the aquatic contents by the faculty of physical education.

Method: 176 teachers of physical education in a Spanish region have been consulted about these contents, relating it to gender, qualifications, work situation, teaching experience, type of courses, who taught classes in aquatic activities and Opinion of general aspects of physical education on the inclusion of aquatic activities in the school environment.

Results: After the analysis, few teachers have recognized that aquatic activities are not usually introduced in the programs because they are not formed for this, although the greater number of teachers agreed that many colleagues are unaware of the potential applications of these contents in their field. Age attainment, initial training, age, and continuous training in aquatic activities, etc., have a different influence on the application of aquatic activities in the school setting.

Conclusions: Initial and continuous training is decisive for the implementation of aquatic activities, being a decisive bet for the implantation in the schools of suitable and useful form.

Keywords: aquatic activities; training; swimming; aquatic skills; teacher.

 

Resumo

Introdução: A formação de professores é um elemento-chave na qualidade do ensino. Desde actividades aquáticas não são incluídos na legislação educação, será o professor que decide a inclusão ou não, e isso nos leva a pensar que pode depender de sua formação nesse sentido. Além disso, o nível de inicial e contínua de diferente formação de professores de educação física varia, tendo grande importância na sua implementação.

Objetivos: O objetivo principal do estudo envolveu a formação de testes no conteúdo de água pelo professor de educação física.

Método: A 176 professores de educação física de uma região espanhola consultados sobre tais conteúdos relacionados com sexo, habilitações, situação de emprego, experiência de ensino, o tipo de cursos realizados, que deu aulas de atividades aquáticas e ver aspectos gerais da educação física sobre a inclusão de atividades de água nas escolas.

Resultados: Após a análise, alguns professores reconheceram que as atividades de água não são geralmente introduzidos na programação, porque eles não são treinados para usá-lo, embora o maior número de professores lembrado que muitos colegas não têm conhecimento das possíveis aplicações deste conteúdo em seu assunto. O antinguedad em cetnro, a formação inicial, idade e formação contínua em atividades aquáticas, etc., a influência diferete como a aplicação de actividades aquáticas nas escolas.

Conclusões: A formação inicial e contínua é fundamental para a implementação de atividades de água, sendo um compromisso decisivo para implementação nas escolas de forma adequada e útil.

Palavras-chave: atividades aquáticas; formação; natação; habilidades aquáticas; professor.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21134/riaa.v1i1.1104

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.
مبل راحتی صندلی مدیریتی صندلی اداری میز اداری وبلاگدهی گن لاغری بازی اندروید تبلیغات کلیکی آموزش زبان انگلیسی پاراگلایدر مارکت اندروید تور آهنگ محسن چاوشی مسیح و آرش پروتز سینه پروتز باسن پروتز لب میز تلویزیون

ISSN: 2530-805X

Revista de Investigación en Actividades Acuáticas | Año 2017