La Paternidad en la UCI Neonatal: sentimientos de los padres

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.21134/pssa.v10i1.811

Palabras clave:

enfermeria, padre, paternidad, unidades de cuidados intensivos neonatales

Resumen

O objetivo do estudo foi conhecer os sentimentos apresentados pelos pais quanto à necessidade de internação do filho na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Pesquisa qualitativa descritiva e exploratória realizada em um Hospital Universitário do Sul do Brasil em 2020. 19 pais participaram. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada e submetidos à Análise de Conteúdo. Os princípios éticos da pesquisa foram respeitados de acordo com a resolução 510/2016. Os pais reconheceram a necessidade de internação do recém-nascido na unidade neonatal como chocante e difícil, apresentando-se como vulneráveis ​​e inseguros. O medo foi o sentimento mais frequente, relacionado à situação clínica instável do filho e a iminência de sua morte, agravado pela falta de conhecimento em relação à unidade de internação e às intervenções realizadas. Eles se sentiram ansiosos e sem controle sobre a situação e frustrados. Angústias e incertezas relacionadas à incerteza sobre o futuro de seus filhos também foram relatadas. Concluiu-se que as vivências dos pais com a internação do recém-nascido na unidade neonatal são complexas, necessitando de ajuda para o exercício da paternidade neste contexto. Os profissionais que atuam em unidades neonatais devem desenvolver estratégias de apoio eficazes para auxiliar os pais no cuidado do filho internado no setor de forma harmoniosa e menos traumática. Eles se sentiram ansiosos e sem controle sobre a situação e frustrados. Angústias e incertezas relacionadas à incerteza sobre o futuro de seus filhos também foram relatadas. Concluiu-se que as vivências dos pais com a internação do recém-nascido na unidade neonatal são complexas, necessitando de ajuda para o exercício da paternidade neste contexto. Os profissionais que atuam em unidades neonatais devem desenvolver estratégias de apoio eficazes para auxiliar os pais no cuidado do filho internado no setor de forma harmoniosa e menos traumática. Eles se sentiram ansiosos e sem controle sobre a situação e frustrados. Angústias e incertezas relacionadas à incerteza sobre o futuro de seus filhos também foram relatadas. Concluiu-se que as vivências dos pais com a internação do recém-nascido na unidade neonatal são complexas, necessitando de ajuda para o exercício da paternidade neste contexto. Os profissionais que atuam em unidades neonatais devem desenvolver estratégias de apoio eficazes para auxiliar os pais no cuidado do filho internado no setor de forma harmoniosa e menos traumática. Concluiu-se que as vivências dos pais com a internação do recém-nascido na unidade neonatal são complexas, necessitando de ajuda para o exercício da paternidade neste contexto. Os profissionais que atuam em unidades neonatais devem desenvolver estratégias de apoio eficazes para auxiliar os pais no cuidado do filho internado no setor de forma harmoniosa e menos traumática. Concluiu-se que as vivências dos pais com a internação do recém-nascido na unidade neonatal são complexas, necessitando de ajuda para o exercício da paternidade neste contexto. Os profissionais que atuam em unidades neonatais devem desenvolver estratégias de apoio eficazes para auxiliar os pais no cuidado do filho internado no setor de forma harmoniosa e menos traumática.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Descargas

Publicado

2021-10-22

Número

Sección

Artículos en pre-publicación